Internet das Coisas: O que é e como funciona.

O termo Internet of Things (IoT), que significa Internet das Coisas em português, surgiu em 1999, pelo pioneiro da tecnologia britânica, Kevin Ashton, que realizava pesquisas no campo da identificação por radiofrequência em rede e tecnologias de sensores. 

Desde então, a tecnologia tem avançado com rapidez e, hoje representa grande parte da vida das pessoas pelo mundo afora. Uma das mais importantes consequências dessa hábil comunicação é a mudança na forma como as pessoas enxergam e interagem umas com as outras e com as coisas ao redor.

O que significa Internet das Coisas?

Internet das Coisas é a forma com que os objetos físicos estão conectados através de softwares que transmitem os dados para uma rede maior. Essa rede permite a comunicação e troca de informações dos objetos com a internet, e dos objetos com o usuário. E o mais legal é que qualquer objeto pode se conectar à rede, seja dispositivos telefônicos, geladeiras, computadores, carros, câmeras, roupas, etc.

Em outras palavras, é uma revolução tecnológica que conecta objetos utilizados no dia a dia à rede mundial de computadores. O objetivo é tornar o mundo físico e digital em um só, através de aparelhos que comuniquem entre si, facilitando assim, todas as tarefas a serem executadas.

Benefícios da Internet das Coisas

A tecnologia surgiu com o principal objetivo de levar praticidade às funções executadas no dia a dia. A expectativa é que haja um aumento significativo na produtividade e no acesso às informações. Veja abaixo algumas aplicações da Internet das Coisas na rotina diária.

Câmeras de monitoramento e vigilância

Câmeras inteligentes gravam e enviam as imagens para plataformas em nuvem, o que amplia a capacidade de armazenamento, facilita a consulta de arquivos, e impossibilita a destruição desses vídeos.

Monitoramento e fluxo no varejo

Na parte de transporte, Internet das Coisas veio para otimizar e rastrear produtos até os consumidores finais. Já dentro da loja, é possível acompanhar o fluxo de vendas, a fim de identificar padrões de comportamento, além de possibilitar melhorias na experiência de compra dos clientes.

Veículos inteligentes

Só pelo fato de conectar seu carro à internet e à aplicativos mobile, pode-se considerar como Internet das Coisas. Para se ter idéia, já existem maneiras de monitorar estradas e evitar acidentes, além de prever se seu carro precisa de manutenções em peças específicas.

Saúde

Pulseiras inteligentes conseguem medir e acessar uma série de dados corporais, durante ou não a prática de exercícios físicos, como batimentos cardíacos e pressão arterial, além de armazenar essas informações para avaliação em consultas médicas.

Casas inteligentes

Residências controladas por dispositivos móveis, que tem como principais vantagens, a segurança e a praticidade. É possível controlar cortinas, portões, janelas, eletrônicos, alarmes, câmeras, e o que os usuários quiserem. 

Meio Ambiente

A poluição é um problema em todos os países do mundo e afeta diretamente a qualidade do ar, da água e do solo. Diante da piora alarmante desses fatores, alguns países estão desenvolvendo dispositivos que medem o nível de poluição do ar, basta plugá-los em algum meio de transporte. O aplicativo consolida as informações em um servidor e os moradores conseguem visualizar um mapa digital da qualidade do ar na cidade. 

 

Na agricultura também já se vê uma mudança com o uso de drones que mapeiam a área e identifica os melhores pontos para um novo plantio. 

 

Segurança 

Apesar dos inúmeros benefícios que a Internet das coisas apresenta para o mundo, a segurança e privacidade dos dados ainda preocupam os especialistas. Isso se dá devido a integração de dispositivos que transferem todos os dados para a rede única. 

Para que isso não ocorra, é necessário algumas correções nos dispositivos. O que pode ser feito de imediato, é garantir a segurança que estiver ao alcance, como as dicas apresentadas abaixo:

  • Atualize os sistemas, isso ajuda a proteger contra invasões e ataques de malwares;
  • Crie senhas diferentes, que combinem letras maiúsculas e minúsculas, números e caracteres;
  • Observe com atenção seus e-mails e não clique em nada antes de ter certeza da origem;
  • Verifique os critérios de segurança dos aparelhos que adquire

 

Conclusão

A Internet das Coisas veio para revolucionar a forma como as pessoas veem e reagem aos avanços da tecnologia no mundo! Quando tudo estiver interligado, a tecnologia vai se tornar ainda mais eficiente para a melhoria da qualidade de vida das pessoas presentes e as que virão.

A TagPlus é um exemplo de Internet das Coisas. Trata-se de um sistema online de gestão comercial, no qual há a integração com mais de 17 aplicativos, emissão de notas fiscais, controle de estoque e vendas, além da possibilidade de acessar o sistema de mais de um dispositivo.
Para saber mais, entre em contato aqui e converse com um de nossos consultores.